Buscar
  • App Minha Escola

Os benefícios da música no desenvolvimento das crianças


Você já parou para pensar que até as músicas que as crianças escutam podem influenciar no seu desenvolvimento?


Aproveitando o Dia do Rock, comemorado no último dia 13/07, vamos falar como a música pode ser um forte estímulo para funções motoras e cognitivas.


Se você ainda não viu, deixamos aqui o nosso convite para você ir ao nosso Instagram conferir nossas dicas de música, que conta com uma playlist dos Beatles para crianças, além de uma dica de filme, que aborda esse assunto de ensinar através da música, esperamos vocês lá!


Quando falamos em música, logo pensamos no entretenimento de escutar uma boa música na hora da atividade física, no deslocamento do dia a dia, cozinhando, enfim, em vários contextos da nossa vida.


E um deles, é a aprendizagem, é pensando nisso que vamos falar das vantagens desse recurso no desenvolvimento infantil no post de hoje!


Para começarmos devemos falar sobre os estímulos do ambiente, das experiências que a criança passa desde o seu nascimento, passando por todas as etapas do desenvolvimento e cada qual com o seu repertório de aprendizagem.


Quando falamos em aprender, não é algo que se limita à aprendizagem, mas sim, tudo aquilo que a criança absorve. Ou seja, desde brincar, contar histórias e ouvi-las também, movimentos corporais, ouvir música são alguns dos exemplos de aprendizagem que temos.


Todas essas formas de aprendizado refletem diretamente nas funções cognitivas e motoras, além do desenvolvimento socioafetivo e construção da sua personalidade.


Tenho certeza de que você já viu mamães entoando cantinas de ninar, mesmo com a criança ainda na barriga, e esse fato funciona de verdade. O bebê reconhece o som da voz da mãe e isso contribui para o vínculo materno-fetal. Prova de que a música já está presente na nossa vida desde a gestação.


Depois de nascer, a criança vai evoluindo sua linguagem corporal e vai aprendendo a integrar corpo e mente em uma mesma atividade. É aqui que a música se torna uma ferramenta importantíssima para proporcionar, de uma maneira leve e divertida, a aprendizagem.


A inserção da música na rotina e na aprendizagem da criança é válida para vários aspectos do desenvolvimento — o que inclui incentivo à alfabetização, momentos de diversão com a família ou amiguinhos na escola, consciência sobre o próprio corpo, etc.


Agora vamos, juntos, entender mais sobre a influência da música nesse desenvolvimento dos pequenos.


Desenvolvimento Cognitivo

Logo de cara, temos o aprimoramento das funções cognitivas sendo um dos principais impactos positivos da música no desenvolvimento da criança.


A criança necessita ter múltiplas ações cerebrais para participar de atividades envolvendo música, pode ser tanto contexto pedagógico quanto em brincadeiras casuais.


Podemos citar as seguintes habilidades desenvolvidas:

  • memória — auditiva, contextual e emocional;

  • atenção dividida;

  • foco e concentração;

  • percepção sensorial;

  • processamento de informações e reconhecimento.

Aquisição Da Linguagem

A música auxilia também na linguagem verbal e não verbal, que é desenvolvida logo nos primeiros anos de vida. Os pequenos que ainda atravessam a fase de aprender o modo certo de pronunciar as palavras corretamente são beneficiados com o incentivo da música, isso é devido aos elementos trabalhados, tais como armazenamento de informações e dicção.


Expressão Corporal

Falaremos agora da psicomotricidade, que nada mais é do que o amadurecimento do sistema nervoso devido à integração das funções a psicomotricidade. Pode parecer complicado, mas é bem simples de se notar no desenvolvimento da criança, por exemplo, quando bate palma, ao girar, podendo ter movimentos mais amplos e complexos.


Da mesma forma que no desenvolvimento infantil a música facilita a expressão emocional da criança, também existe um bom incentivo do desenvolvimento motor.


Tanto a motricidade grossa quanto a coordenação motora fina são trabalhadas durante atividades com instrumentos musicais ou durante a dança.

Desenvolvimento Socioafetivo

Sabemos que as funções motoras e cognitivas são importantes, porém o aspecto socioafetivo tem uma importância maior e pode ser estimulado com música. Sendo um tema que vem sendo bastante trabalhado na psicologia e educação, tendo em vista que o contato social e afetivo é necessário para que a criança cresça emocionalmente saudável.


A música está presente nas cantigas de ninar e nos momentos em que o adulto tenta confortar e distrair o bebê. Essa é uma forma de transmitir segurança e estreitar os laços de afeto entre pais e filhos.


Do mesmo modo, as atividades musicais são instrumentos de socialização desde a primeira infância, principalmente no ambiente escolar — e continuam reunindo pessoas até a vida adulta.


Criatividade

Outra habilidade que têm atraído a atenção de psicólogos é a criatividade, que também pode ser desenvolvida com ajuda da música, assim como aquelas histórias de “faz de conta”, pois as canções fazem a menti expandir para outros cenários e sensações.


Além disso, conforme a idade da criança, ela já consegue criar arranjos, fazer improvisações durante as músicas e até arriscar suas próprias composições. De repente surge até a descoberta de um dom, não é mesmo?


Enriquecimento Cultural

Uma das principais características da criança é a curiosidade, então aproveite isso e mostre a ela, que existem outras culturas além da nossa por meio de diferentes estilos musicais, pois sabemos que a música faz parte de outros contextos, como religião e tradições populares de outros povos.


Assim, o aprendizado sobre a diversidade que existe na sociedade também é válido para o amadurecimento dos mais jovens e para a formação do respeito às diferenças. É um tipo de imersão cultural que a criança pode experimentar desde cedo.


As formas de inserir a música no desenvolvimento de suas crianças

Agora que já ficou clara a importância da música no desenvolvimento infantil, vamos a algumas dicas práticas para estimular seus filhos com atividades musicais? Veja medidas simples que você pode adotar no dia a dia:

  • cante com a criança, de preferência músicas com letras fáceis de memorizar;

  • mostre opções educativas e deixe a criança livre para escolher a música que ela gostaria de ouvir;

  • compartilhe também algumas de suas músicas favoritas com seus filhos;

  • façam brincadeiras que dependam de estímulos musicais, como a clássica dança das cadeiras;

  • escolham músicas com coreografias fáceis, a fim de também incentivar as funções motoras e a expressão corporal;

  • ensine a criança a produzir sons com as próprias mãos ou com objetos;

  • se o pequeno já tiver conhecimento da escrita, incentive a criação de uma letra — mesmo que seja apenas uma estrofe;


Essas são algumas formas de utilizar a música no desenvolvimento infantil e estimular as habilidades do seu filho. Como vimos, esse é um recurso facilitador em vários aspectos — cognitivo, motor e socioafetivo —, além de aprimorar a aquisição da linguagem.


Chegamos ao fim de mais um post aqui no nosso blog, a gente espera que vocês tenham gostado! Até a próxima!






15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo