Buscar

O que você mais admira no seu filho hoje?




Pare alguns segundos e pense: O que você mais admira no seu filho hoje?


Posso imaginar que, para muitos de vocês, o que veio a mente foram qualidades como “coragem”, “simpatia”, “amorosidade”, “força”, “senso de humor”, “coração bom”, “alegria”... Admiramos inúmeras coisas neles, desde o dia que abrem os olhos e descobrimos esse amor.


Mas, especialmente se você tem filho(a) pequeno(a), posso apostar que a resposta imediata não foi “a letra bonita que ele tem”, “a rapidez com que faz contas”, “ele já saber escrever” ou “ele arruma a cama sozinho”.


Nós admiramos as pessoas que amamos pelo sentimento que nos causam, pelas qualidades muitas vezes adquiridas nas relações, no contato, nas brincadeiras, nos ensinamentos familiares.


A preocupação com a formação pedagógica, conteúdos escolares e cursos complementares que são inseridos na vida da criança cada vez mais cedo, tem seu momento de ser. A primeira infância, especialmente, precisa estar cercada de exploração, de descobertas, de tentativas, de construção. A criança é protagonista do seu aprendizado e cada ser tem uma forma de ver e entender o mundo. Dar-lhe liberdade e autonomia traz ensinamentos incríveis, não apenas para a criança, mas também para os adultos, que observam outras formas de ver e de fazer.


Um papel em branco pode ser para desenhar, mas também para amassar, recortar, colar ou pintar. A mesa pode ser local de atividades, mas também o tapete, a grama, a calçada, a terra, a árvore. Cheiros, texturas, formas, cores, luzes, tudo isso instiga a criança a observar, investigar e se envolver. Para que a criança possa criar, imaginar e usar todo o seu potencial, cabe aos adultos lhe darem as condições e o espaço.


Os primeiros anos das crianças precisam ser repensados por todos nós, resgatando o simples e trazendo de volta as experiências realmente importantes da infância e que estão se perdendo com o tempo, sendo substituídas por brinquedos cada vez mais robustos e tecnológicos, cursos e atividades precoces, pouca convivência com outras crianças e excessivo tempo sozinhos com a internet.


Vamos trazer as crianças de volta para ver o sol, sujar as mãos e as roupas, brincar juntos, mexer com a água e fazer bolo de terra. Porque no fim, o que transforma e eterniza na memória, são os momentos que vivemos.

Telefones

+ 55 54 9 9158.0014

+ 55 54 9 9157.4993