Buscar

Inadimplência Escolar: Saiba como reduzi-la!



O aumento da inadimplência escolar, motivada pelo cenário de pandemia do COVID-19 e pelo fechamento das escolas, tem gerado uma crise nas escolas de ensino privadas e virou um dos grandes desafios dos diretores e diretoras de escolas. Descubra agora como criar medidas eficientes para combater a inadimplência na sua instituição de ensino. Boa leitura!


Antes de começarmos, você sabe o que é inadimplência? De acordo com o Banco Central do Brasil, inadimplência é:

“Inadimplência: Ocorre quando uma pessoa ou empresa não faz o pagamento de uma obrigação financeira até a data de vencimento combinada. A partir dessa data, o devedor passa a ser considerado inadimplente.”

É preciso medir!

Agora que sabemos o que é a inadimplência, o primeiro passo é medi-la, veja o exemplo:


Valor total de mensalidades não pagas ÷ valor total de mensalidades cobradas

Observação: Antes de fazer o cálculo é importante definir qual o critério utilizado pela escola para que o responsável financeiro se torne inadimplente. O resultado desse cálculo, em percentual, é o chamado índice de inadimplência. Número esse, que você como gestor escolar, deve estar atento para reduzir a inadimplência da sua escola. Mas não se assuste, é normal que se tenha uma pequena taxa de inadimplência, porém o aumento desse índice serve como sinal de alerta.


Erros que levam ao aumento da inadimplência escolar

Você, como Diretor Escolar, sabe quais são os principais erros que podem levar ao aumento da inadimplência? Confere abaixo:

  • Falta de controle dos pagamentos: Invista em ferramentas que permitam controlar a inadimplência e consequentemente tomar ações assertivas.


  • Não diversificar os métodos de pagamento: Facilite todos os processos da sua escola, seja de comunicação entre a escola e responsáveis, seja de assinatura de contratos digitais, seja através da adoção de diferentes formas de pagamento como emissão e pagamento de boleto online, cartão de crédito ou atendimento presencial.


  • Ausência de diálogo com as famílias: Tenha um canal de comunicação frequente e ativo, de preferência aquele que os responsáveis abram e vejam com frequência. Aqui uma dica, um canal ativo formal, como a agenda digital App Minha Escola é uma grande aliada no engajamento das famílias.

Através desse canal, você pode comunicar todos os esforços e melhorias que estão sendo feitos pela escola, para quem está no ensino remoto, híbrido ou presencial. Se você não se comunica, ou ainda pior, se comunica de forma errada, os responsáveis acreditam que nada está sendo feito pela equipe escolar. Um outro ponto importante é enviar lembretes automáticos de cobrança. Pois, às vezes a falta de pagamento da mensalidade se dá por um simples esquecimento que pode ser facilmente resolvido. O módulo mensalidade fácil do App Minha Escola ajuda e muito nessa questão. Você envia os boletos com apenas alguns cliques e os responsáveis recebem no celular e no e-mail e podem pagar por ali mesmo de maneira fácil e segura.


E para combater a inadimplência, o App Minha Escola envia lembretes automáticos avisando a data do vencimento e toda vez que os responsáveis abrem a fatura, a escola sabe que foi visualizada.

Caso os pais não paguem no dia, a fatura é atualizada de forma automática.


Recusar negociação

Leve em conta a realidade financeira das famílias. Utilize ferramentas de renegociação da dívida, possibilidade de dividir o débito em parcelas e ofereça também mais de uma forma de pagamento — cartões de crédito, débito automático em conta, cheque ou boletos, por exemplo. Com o App Minha Escola você tem todas essas opções.


Clique aqui e entre em contato com a gente :)

Os impactos da inadimplência escolar

As mensalidades na grande maioria das escolas são a única fonte de renda e por isso deve ser dada a devida atenção. Sem dinheiro ou com uma inadimplência alta nenhuma instituição de ensino consegue exercer a sua missão que é oferecer a comunidade escolar uma educação de qualidade. É a partir do pagamento em dia das mensalidades que as escolas conseguem melhorar a sua equipe de professores e funcionários, buscar soluções que otimizam a sua rotina e potencializam o aprendizado dos alunos. Quando as instituições deixam de receber, é preciso deslocar recursos de outras áreas para cobrir os custos básicos para que se mantenham em funcionamento - como luz, água, aluguel ou manutenção do espaço, suprimentos e salário dos colaboradores - e deixam de investir na melhoria de seus processos ou até mesmo em infraestrutura e equipamentos.

Abaixo vamos dar 5 dicas para a sua escola com o objetivo de prevenir atrasos e faltas de pagamento. Confira:


1- Equipe treinada

Os profissionais do setor financeiro devem ser treinados para agir em todos os contextos que envolvem os casos de inadimplência escolar durante a pandemia. É importante ser amigável, estar disposto a ouvir os responsáveis, conhecer o contrato e ter um discurso alinhado ao documento, avaliando caso a caso.


2- Defina os processos internos

Tenha processos definidos para cada situação de falta de pagamento.

  • Como o boleto será enviado;

  • Quem entrará em contato para falar sobre o assunto;

  • A frequência e canal de envio dos lembretes de pagamento antes e após o vencimento;

  • Quais acordos estarão disponíveis


3- Plano de Acordos

Defina os possíveis acordos para pagamento de mensalidades atrasadas.

  • Parcelar a mensalidade ou diluir o valor dos meses em atraso em futuras mensalidades.

  • Ofereça descontos temporários. Mas não esqueça de levar em consideração os descontos obrigatórios que foram impostos pelas autoridades jurídicas em algumas cidades.

  • Premie os bons pagadores. Ofereça brindes, desconto em material escolar e uniforme, por exemplo ou o acúmulo de determinada quantidade de pontos para cada mensalidade paga em dia.


4- Comunicação com as famílias sempre ativa

Esteja disponível! Entenda as demandas da comunidade escolar, fazendo o possível para solucionar a situação de forma amigável e negociar novas condições para o acerto das mensalidades. Além da negociação das parcelas, algumas medidas simples podem colaborar para manter as parcelas em dia. Para começar, disponibilize meios digitais de pagamento. Envie os boletos por e-mail ou até mesmo, crie uma conta digital para depósito.

Conheça o App Minha Escola e transforme a sua escola!

Entre em contato e descubra como estamos ajudando centenas de escolas a enfrentar esse desafio!