Telefones

+ 55 54 9 9158.0014

+ 55 54 9 9157.4993

Buscar

Contratar ou não contratar uma agenda digital?

A agenda digital escolar é uma tecnologia essencial para as instituições de ensino que querem se manter atuais e inovadoras. Mesmo assim, muitos gestores ainda sentem uma certa insegurança na hora de contratar por acreditarem em alguns mitos sobre o aplicativo.

Para ajudar acabar com qualquer incerteza. A agenda digital escolar Minha Escola fez um passo a passo com os 3 principais mitos sobre a agenda digital, tirando as dúvidas e mostrando porque você não pode adiar a decisão de ter o aplicativo na sua escola.




1 - “É MELHOR ESPERAR O PRÓXIMO ANO LETIVO"


O momento ideal para a implantação da agenda digital é uma das principais dúvidas dos gestores escolares, mas a resposta é simples: o momento ideal é aquele em que os problemas começam a aparecer. Vou explicar melhor. A agenda digital foi criada para solucionar um problema muito comum das escolas: melhorar a comunicação com as famílias. Apesar de parecer simples, esse é um problema muito grave e precisa ser solucionado com urgência. Na sua escola as reuniões de pais ficam vazias? Você não sabe se os bilhetes são entregues e lidos, os grupos de WhatsApp tem ruídos de comunicação? Está na hora de contratar uma agenda digital.


“Quanto mais rápido começarmos a cuidar de um problema, mais rapidamente ele será solucionado.”

A agenda digital aproxima e aumenta o engajamento das famílias com a proposta da escola. Essa relação próxima entre pais e escola impacta diretamente na decisão de manter os alunos na instituição e consequentemente no aumento no número de rematrículas.


2-“PROFESSORES E PAIS VÃO TER DIFICULDADE DE USAR"


Sabemos que dentro da comunidade escolar existem pessoas com diferentes níveis de contato com tecnologias. Mas hoje em dia, o contato com celular e o uso de aplicativos fazem parte da rotina de todos. Certamente, professores e famílias já usam aplicativos para atender suas necessidades e interesses. Inclusive aplicativos para se comunicar, que pode ser problemático. No caso do WhatsApp, por exemplo, é importante ressaltar os riscos dos grupos com pais e professores para toda comunidade escolar.

Outro ponto super importante é a usabilidade do app. É importante escolher uma ferramenta com uma interface intuitiva, de fácil entendimento e que seja feita para instituições de ensino, assim, todos vão conseguir usar com facilidade e enxergar os benefícios.


3-“NÃO POSSO ARCAR COM OS CUSTOS DA AGENDA DIGITAL"


Será mesmo? Vamos te ajudar e fazer uma conta rápida sobre o custo mensal que você já tem utilizando a agenda física.

Digamos que sua escola possui 40 alunos, sendo que cada um ganha uma agenda de papel por ano, que custa em média R$ 30. Ou seja, são R$1.200,00 reais por ano e cerca de R$ 100,00 reais por mês. Agora, adicione a esse valor o custo com papéis e impressão (bilhetes, boletos, documentos; que tudo poderia ser digital). Ah, não se esqueça dos custos escondidos, como de energia, do tempo da professora que faz todo esse trabalho manual e até das ligações telefônicas feitas aos pais que não retornam aos bilhetes, sem contar as horas respondendo os grupos de WhatsApp. Coloque tudo na ponta do lápis e pense novamente: será que sua escola não tem verba ou não está direcionando a verba da forma correta? No fim das contas, ter uma agenda física é mais caro do que contratar uma agenda digital.