Buscar
  • App Minha Escola

Como trabalhar o Folclore Brasileiro na escola?


Dia 22 de agosto é comemorado o Dia do Folclore Brasileiro. Você sabe a importância desta data? Como valorizar as manifestações artísticas e culturais de nosso país dentro das escolas?


Esse conteúdo foi preparado pela nossa Assessora Pedagógica, a Prof. Ma. Isadora Roncarelli, então vem com a gente que vamos explicar pra vocês! Boa Leitura!

O folclore do Brasil é um patrimônio da cultura popular, conhecido por abarcar um conjunto de expressões culturais que formam a identidade do povo brasileiro.


Os mitos, lendas, danças, músicas, histórias, vestimentas e comidas típicas são exemplos dessas manifestações, que precisam ser valorizados e aprendidos nas escolas, afinal uma das funções do ambiente escolar é promover as diferentes manifestações artísticas e culturais.


Esta temática pode ser trabalhada tanto na Educação Infantil quanto no Ensino Fundamental, adaptando as propostas de acordo com a idade das crianças.


É possível trabalhar aspectos históricos, culturais, sociais e artísticos, com diferentes possibilidades de interação e criação. Inspire-se com as dicas que separamos:


Trabalhando aspectos históricos e territoriais:

  • Promova rodas de conversa em que as crianças sejam incentivadas a discutir os aspectos relacionado à história brasileira que se vinculam ao Folclore: Qual a contribuição dos indígenas na nossa cultura? Como as manifestações artísticas dos povos africanos estão presentes no folclore brasileiro?

  • Com o mapa do Brasil, aproveite para dialogar sobre as regiões do país, incentive que as crianças realizem pesquisas sobre as manifestações folclóricas mais populares em cada região.


  • História viva: uma importante fonte de pesquisa em história é a História Oral, que tal promover momentos de investigação histórica com as crianças? É possível entrevistar colegas, pais, tios ou avós a respeito de seus conhecimentos sobre o folclore brasileiro. Após a coleta dos dados, proporcione um momento de diálogo sobre aquilo que foi descoberto e discuta a importância da História Oral na manutenção da cultura dos povos.


Mão na massa: linguagens, artes e Folclore

  • Música e dança: uma forma bastante divertida de trabalhar com o folclore brasileiro é através das cantigas de roda. Com as crianças em fase de alfabetização, e possível explorar a letra das cantigas, propor a leitura e interpretação dos textos, bem como a escrita espontânea de frases e palavras a partir da leitura. Já com as crianças menores, a linguagem da dança e do canto podem embalar as brincadeiras. Uma dica é pesquisar por vídeos no YouTube que mostrem a forma como essas cantigas são interpretadas nas festas populares, assim as crianças podem ter contato com diferentes manifestações artísticas.


  • As artes plásticas podem ser evidenciadas com desenhos, colagens, modelagens e até criações com tecidos. Permita que a criança exercite a criatividade fazendo releituras e também criando seus próprios personagens, a partir das pesquisas e conversas realizadas anteriormente.


  • Proponha momentos de leitura e escrita de histórias do Folclore Brasileiro. As lendas contadas oralmente podem também ser registradas. As crianças menores podem escutar as histórias e registrá-las com desenhos ou símbolos, já as crianças em processo de alfabetização podem escrever seus próprios textos, registrando histórias conhecidas ou criando novas.


São inúmeras as possibilidades de valorizar as diferentes manifestações culturais do nosso país.


Explore, crie e vivencie o folclore brasileiro no cotidiano da escola, seja no mês de agosto ou não, afinal a cultura popular é parte integrante da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e, mais do que isso, patrimônio do nosso país.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo